19 de setembro de 2016

A Batalha do MilkShake de Ovomaltine

Ao longo desses últimos dias temos observado uma “batalha” entre dois gigantes do segmento de Fast Food, McDonald’s e Bob’s, no caso: do Ovomaltine.

A briga se resume em: o McDonald’s, através de um acordo ($$$) com o fabricante, ganhou o direito de usar o nome da marca em seus milk-shakes e tirou do Bob’s essa possibilidade. Detalhe é: o próprio Bob’s e qualquer outra empresa podem utilizar o Ovomaltine, desde que não citem o nome.
O Milk-Shake de Ovomaltine sempre foi um produto do Bob’s, continuará sendo, clientes continuarão pedindo o “milk-shake de Ovomaltine”! Nessa hora, provavelmente o atendente vai confirmar o pedido falando o novo nome do produto, que continuará, igualzinho ao que sempre foi.
O McDonald’s por sua vez terá de investir muita grana, comunicando sua exclusividade em usar o NOME Ovomaltine, não o produto.

O Bob’s segue firme com seu milk-shaeke de Ovomaltine sem poder citar “Ovomaltine” e McDonald’s corre atrás com seu novo milk-shake de Ovomaltine.

O Que é Marketing?

Pergunta simples, mas que talvez muita gente possa se complicar para responder… O guru Philip Kotler, em uma de suas definições, traz o seguinte:

“Marketing é a função empresarial que identifica necessidades e desejos insatisfeitos, define e mede sua magnitude e seu potencial de rentabilidade, especifica que mercados-alvo serão mais bem atendidos pela empresa, decide sobre produtos, serviços e programas adequados para servir a esses mercados selecionados e convoca a todos na organização para pensar no cliente e atender ao cliente.”

Toda empresa quer conhecer os desejos e as necessidades dos seus clientes, e consequentemente oferecer o produto ou serviço adequado para eles, na hora certa com o melhor preço e no lugar correto.

O marketing tem que estar em tudo que uma empresa faz para conquistar e reter clientes, desde a sua criação, a elaboração da sua missão, seus valores, tudo na empresa tem de ser orientado para essas ações. 
Costumo brincar com meus alunos que sem o marketing tudo é comum e chato. Nós poderíamos ficar aqui por horas discutindo definições e aspectos do marketing, mas gosto muito do proposto por Sergio Zyman:
“Marketing é uma atividade estratégica centrada na importância de se conseguir que mais consumidores comprem o seu produto mais vezes, para que sua empresa ganhe mais dinheiro”.

Acho que todo mundo tem um pouco de marketing, ou tem um “marketeiro” em si, afinal a todo momento estamos rodeados de pessoas em situações diversas, a todo momento precisamos nos sobressair no mercado de trabalho, nas escolas e nas mais diversas situações!
O marketing está muito nas sutilezas, lembram o que leram acima? A grosso modo tudo é comum, é igual.

Criar “valor” para os clientes e oferecer a eles uma experiência diferenciada deve ser algo contínuo nas empresas, orientadas pelo marketing. Não dizem que “tudo na vida são contatos”? Networking? Aí está o marketing!!! Relacionamento com o cliente, relacionamentos saudáveis, duradouros!!!

Por falar em criação de valor, segue um exemplo clássico! A marca Harley-Davdison tem um comercial sensacional!
video
Um cara desse sai da loja com a moto, jaqueta, capacete, camiseta, chaveiro e vai fazer uma tatuagem da marca!

Bom, acho que Marketing são as ações das empresas que tem por objetivo proporcionar alguma vantagem, ganho ou bem-estar. Para isso, faz-se necessário satisfazer necessidades e desejos de clientes e parceiros. Logo a criação de valor e manutenção de relacionamentos saudáveis é imprescindível.

O Que São os 4 P's de Marketing?

Se você em algum momento da sua vida leu um pouco de Marketing, ou teve um mínimo interesse sobre o assunto, naturalmente você já leu ou ouviu falar sobre os famosos 4P´s do Marketing.

Afinal, O Que São os 4P’s
Esses P’s, também chamados de Composto de Marketing, são nada mais nada menos que os quatro elementos básicos controláveis que compõem qualquer estratégia de Marketing de Produtos. Para o Marketing de Serviços temos o acréscimo de outros “P´s”.

A expressão Composto de Marketing foi criada em 1949 por Neil Borden da foto ao lado, sendo aprimorada pelo professor Jerome McCarthy.


Como Funcionam os 4P´s na Prática?
É muito simples, apesar de parecer ser algo muito abstrato. Entre outros fatores, a definição bem feita do Composto de Marketing é essencial para implementar o posicionamento da empresa na mente do consumidor e assim causar o impacto no público correto.

Confere o paralelo abaixo entre “Água de Garrafa“, aquela que é vendida nos engarrafamentos e a Água Perrier, vendida nas melhores casas de shows por exemplo. O paralelo segue embasado nos 4P´s.

Água Vendida em Engarrafamentos
Produto: Água vendida como mineral, mas tem lá sua procedência duvidosa;
Preço: Entre R$2,00 e R$4,50, dependendo da hora do dia, temperatura, concorrência entre os vendedores ambulantes e tamanho do engarrafamento;
Praça: Os maiores e melhores engarrafamentos das ótimas rodovias brasileiras;
Promoção: Promoção feita pelo próprio ambulante gritando ou com cartazes, aqui ignora-se a marca da água.
Água Perrier
A foto abaixo, mostra uma das belíssimas campanhas de marketing da Perrier. Essa água tem em seu público alvo, segmento de clientes de alto padrão de consumo.
Produto: A água mais gaseificada naturalmente do mundo;
Preço: Entre R$5,00 e R$35,00, o que varia se ela está sendo vendida em um mercado ou uma boate por exemplo.
Praça: Restaurantes, Mercados e Boates de luxo.
Promoção: Propagandas com Dita Von Teese, dançarina burlesca, esta da foto abaixo.
E nessa hora você se pergunta: Quem está certo?
Ambos! A definição dos 4P´s está diretamente ligada ao posicionamento de mercado e público alvo do seu produto, logo, um bom posicionamento da empresa/produto é primordial para o norte das ações de Marketing da empresa e consequentemente para que seus 4P’s estejam bem definidos.

17 de agosto de 2016

Marca Sinônimo de Produto! O Sonho do Marqueteiro!

Você é o profissional de marketing de uma empresa, e sua marca é muito famosa e muito bem posicionada! Sua marca se confunde com o próprio produto!! Sonho?

Em alguns famosos casos acabamos por chamar o produto pela marca mais famosa da categoria, é o caso da "Bombril".

Quem nunca comprou um "Bombril diferente" ou melhor ainda um "Bombril de outra marca"?

É claro que esse é o sonho de toda empresa, de todo profissional de marketing, ter uma marca que se confunda com o produto. 
Vejamos a seguir mais alguns exemplos de marcas que se confundem com o produto.

Marca: Band-Aid.
Produto: Curativo Pronto.

Marca: Danone.
Produto: Iogurte.

Marca: Pó Royal.
Produto: Fermento em pó.

Marca: Yakult.
Produto: Leite fermentado.

Marca: Bombril.
Produto: Lã de aço.

Marca: Durepoxi.
Produto: Cola epoxi.

Marca: Isopor.
Produto: Poliestireno expandido.

Marca: Lego.
Produto: Blocos de montar.

Marca: Xerox.
Produto: cópias.
Marca: Postit.
Produto: Papel para recados adesivos.

Marca: Viagra.
Produto: Remédio para disfunção erétil.

Marca: Velcro.
Produto: Fecho adesivo.

Marca: Gillette.
Produto: Lâminas de barbear.

Marca: Miojo.
Produto: Macarrão estantâneo.

Marca: Maizena.
Produto: Amido de milho.

A propaganda do SEDEX abaixo é bem bacana e brinca com essa questão toda:

19 de julho de 2016

O Que é Marketing Pessoal?

Talvez você já tenha ouvido falar por aí algo assim: "Nossa, fulano tem um bom marketing pessoal viu!".
Afinal de contas, o que é Marketing Pessoal??? Confere aqui!

Marketing
Antes de saber o que é marketing pessoal, você precisa saber o que é marketing né? Se quiser ler um pouco, clique aqui e confira nossa postagem "Mas, e o que é o Marketing?"

Marketing Pessoal
Todos precisamos de Marketing Pessoal? Algumas pessoas precisam menos que as outras? Por que?

Marketing Pessoal tem haver com divulgar o PRODUTO EU, divulgar sua imagem diante de OPORTUNIDADES!

Kotler, coloca que o Marketing Pessoal "é uma disciplina que aproveita os conceitos e instrumentos de marketing em benefício da carreira e da vida pessoal dos indivíduos, valorizando o ser humano em todos os seus atributos, características e sua complexa estrutura".

O Marketing Pessoal deve aumentar o autoconhecimento e tornar a pessoa consciente da forma como se manifesta para que possa manter a sua imagem pessoal e profissional positiva. 

Outro ponto importante do Marketing Pessoal é que o mesmo não trata apenas da arte de vender o que você faz, mas saber o que fazer!

Lembre-se, as pessoas não valem pelo que sabem, mas pelo que fazem com o que sabem e no fim das contas você será lembrado pelo que sabe fazer... E você quer ser lembrado como o cara que fez o da esquerda ou o da direita? hehehe!
O Marketing Pessoal tem de ser uma filosofia de vida, não uma simples propaganda. Ralph Waldo Emerson foi um famoso escritor, filósofo e poeta estadunidense e tem uma frase perfeita: 
"O que você é ecoa tão alto em meus ouvidos que não consigo ouvir o que você diz" 

Faz todo sentido, se o Marketing Pessoal, o cuidado com a imagem não é tratado como uma filosofia de vida, quando necessário será apenas uma propaganda e quem sabe uma propaganda enganosa...

Grandes marcas são construídas com o tempo, nós também não nascemos com a nossa.

A Coca-Cola foi servida pela primeira vez em 8 de maio de 1886 na Jacobs’ Pharmacy. A marca está no mercado a 130 anos.  

Um ponto relevante é que não podemos julgar o sucesso pessoal apenas através de medidas do marketing tradicional, uma vez que essas medidas podem ser subjetivas e pessoais.

O sucesso pessoal é baseadas em outros valores, além dos mercadológicos, como exemplo temos os valores morais, familiares, religiosos, éticos, sociais etc. 
Esses valores vão além das variáveis de mercado.

Marketing pessoal não é apenas para divulgar uma melhor imagem, mas tornar as pessoas melhores.